SOBRE

A Dantes está há mais de 26 anos em atividade.

Publicamos livros que se transformam em ciclos de estudos, exposições, encontros, jardins e muito mais. Nossa linha editorial segue uma longa pesquisa sobre a vida. Se, inicialmente, partimos de experiências históricas e humanas aos poucos nos aproximamos de perspectivas menos antropocenas e mais vegetais. Para nós os livros conduzem saberes e conhecimentos no tempo e no espaço, como naves. Editamos poucos livros, cuidamos de sua propagação.

LIVRO ABRIGO

A Editora foi criada dentro de um sebo de livros que existiu, entre 1994 e 2005, no Rio de Janeiro. A livraria era um espaço de 40 m2 de portas abertas 14 horas por dia, 7 dias por semana. Fomos abrigo para amigos, livreiros, leitores, engraxates, moradores de rua, poetas, festas, feiras, shows, discussões futebolísticas, debates, batucadas e uma acolhedora casa para a gata Troia e o gato Zulu.

Fomos escritório de Waly Salomão, “galeria” com curadoria de Marcos Chaves, cenário de filmes de Julio Bressane e Domingos de Oliveira, sala de estar de muitos bate-papos maravilhosos, calçada para poesia e música de Gilberto Gil, Jorge Mautner, Caetano Veloso, Rappa, Nelson e Rubinho Jacobina, seu Jorge, Otto, Fausto Fawcett, Chelpa Ferro, Lucas Santtana, Afroreggae A Dantes está há mais de 26 anos em atividade.

Publicamos livros que se transformam em ciclos de estudos, exposições, encontros, jardins e muito mais.

Nossa linha editorial segue uma longa pesquisa sobre a vida. Se, inicialmente, partimos de experiências históricas e humanas aos poucos nos aproximamos de perspectivas menos antropocenas e mais vegetais.

Para nós os livros conduzem saberes e conhecimentos no tempo e no espaço, como naves.

Editamos poucos livros, cuidamos de sua propagação.

Berna, Rodrigo Maranhão, Pedro Miranda, Joyce, Frejat, Bangalafumenga e Baby Consuelo.

A Dantes Livraria foi um lugar animado que celebrava a cidade e a literatura. Agradecemos especialmente ao livreiro botafoguense Flaminio Lobo e também a Fatima, Saulo, Tita, Philipine, Leo e a Paula pelas incríveis aventuras que vivemos nesse microcosmo.

Livro Abrigo: título de uma obra que o artista Marcos Chaves criou especialmente para a vitrine da Dantes.

NAVE EDITORIAL

A editora surgiu em 1997 para que alguns textos inéditos ou esquecidos retornassem ao circuito da leitura.

O primeiro livro foi O Subterrâneo do Morro do Castelo, um inédito de Lima Barreto sobre as mudanças na cidade do Rio de Janeiro, escrito em 1905. O texto estava disperso e desconhecido em manuscritos e nas páginas do Correio da Manhã na Biblioteca Nacional. O trabalho foi reconhecido com o prêmio Estácio de Sá de Literatura. A verdadeira história de Hans Staden ganhou edição traduzida do alemão gótico, com notas em tupi, e foi considerado o Melhor Livro Brasil 500 Anos pela FNLIJ. A Dantes editou dois livros da autora Ana Miranda: Que seja em segredo e Caderno de Sonhos.

Se a Coleção Babel publicou textos atuais que encontravam-se perdidos na poeira do tempo, a Coleção Sebastião provocou a criação de livros que radiografaram a cidade do Rio com Fausto Fawcett, Dj Marlboro e Nei Lopes. Nessa fase também foram editados o Autor Mente Muito de Carlos Sussekind e Francisco Daudt, A vida é paródia da arte de Waly Salomão e Luiz Zerbini e À Deriva de Omar Salomão. Em 2005, a livraria migrou para o cinema Odeon, onde existiu apenas por um ano, foi um rito de passagem para a nova fase de experimentações em formatos editoriais, projetos que não se contiveram mais em páginas de livros.

O gabinete de curiosidades de Domenico Vandelli conciliou pesquisa, publicação de livros, exposições no Rio de Janeiro e no Inhotim (MG) e coleção de moda na Cantão. No âmbito da curadoria realizamos também a exposição Glaziou e os jardins sinuosos no Museu do Meio Ambiente no JBRJ e A Biblioteca de Grifos de Waly Salomão na Biblioteca Parque do Estado.

Aprofundamos em trabalhos de edição que incluem processos colaborativos, pesquisas e autorias coletivas. Alguns exemplos dessa forma de trabalho são o laboratório Setor X,  e a edição da caixa Inhotim 10 anos.

Nosso espírito carioca, está presente no Pipa Livros e na parceria com os poetas Pedro Lago e Pedro Rocha junto Navedantes, uma Kombi livraria, e aos selos Lábia Gentil e Navezona.

FLORESTA ESCOLA

Toda essa história e o projeto Una Shubu Hiwea com os Huni Kuin foram verdadeiras escolas para a criação do Selvagem, ciclo de estudos sobre a vida.